Siga no facebook

Essa Nobre Arte de Não Sofrer Golos


SE OBTER UMA SÉRIE DE VITÓRIAS CONSECUTIVAS, NA SEQUÊNCIA CASA E FORA, ACIMA DE SEIS É UMA PROEZA ENTÃO QUE DIZER DE CONSEGUIR NÃO SOFRER GOLOS. SE EU PUDESSE BALIZAS INVIOLADAS SERIA ATÉ AO INFINITO!
As séries no campeonato nacional são sempre optimizadas porque há sempre (e apenas) dois jogos por época, um por cada volta (e são duas) com cada encontro a ter 90 minutos.
CF “Os Belenenses” está há oito jogos sem marcar golos ao “Glorioso”
«Meio-mundo» espera que amanhã (segunda-feira) passem a nove. Isto enquanto já encaixou nos últimos oito jogos consecutivos – quatro “em casa” e outras tantas fora” – 28 golos: dez no seu estádio do Restelo e 18 na “Catedral”. Desde a segunda volta de 2014/15 (18 de Abril de 2015) que o CF “Os Belenenses” não marca um golo ao “Glorioso” para o campeonato nacional. Mas…se no próximo jogo o resultado for 10-9 (três pontos) assino já, como se costuma dizer agora.
SEQUÊNCIAS DO “GLORIOSO” NO CAMPEONATO SEM SOFRER GOLOS (POR ADVERSÁRIO*)
Vitória SC Guimarães
CF “Os Belenenses”
Boavista FC
Vitória FC Setúbal
GD Estoril Praia
Rio Ave FC
CD Feirense
Moreirense FC
CD Tondela
Portimonense SC
Sporting CP
CS Marítimo
FC Paços Ferreira
 NOTAS: A azul jogos no terreno alheio; A vermelho jogos numa das “Catedrais”;
                    * Adversários que integram o primeiro escalão em 2017/18
Vitória SC (Guimarães)

Durante cinco temporadas consecutivas, entre 2012/13 e 2016/17, o Benfica fez os dois encontros dos campeonatos nacionais sem sofrer golos marcando 21, oito golos em Guimarães e 13 na “Catedrais”. Foi um período notável entre 3 de Novembro de 2012 a 3 de Maio de 2017.  

Boavista FC

Foram 36 golos marcados, em seis jogos, com 31 “em casa” (onze no Estádio Nacional) e cinco em terreno alheio, respectivamente, em quatro e dois jogos. Entre 21 de Fevereiro de 1954 (V 3-0) e 25 de Outubro de 1969 (V 8-0). Há algumas outras séries com dois e três jogos consecutivos mas esta de seis é notável.

Seis jogos consecutivos sem sofrer golos marcando 19 tentos, com 17 golos marcados “em casa” (em quatro jogos) e dois golos, em dois jogos, na cidade do Porto. Seis jogos que ocorreram na década dourada de 60, entre 19 de Março de 1967 e 16 de Novembro de 1969. Benfica…o maior clube da cidade de Braga, arredores de Braga, Minho e arredores, Norte e de Portugal.
Vitória FC (Setúbal)
Em pleno século XXI, entre 7 de Novembro de 2004 e 13 de Maio de 2007, o “Glorioso” esteve seis encontros consecutivos no campeonato nacional sem sofrer golos, marcando 12 golos: oito (em três jogos” na “Catedral” e quatro (em três jogos no terreno do Vitória FC).
GD Estoril Praia

O clube dos arredores de Lisboa, entre 23 de Março de 1980 e 26 de Fevereiro de 1983, teve cinco oportunidades (jogos) para marcar ao Benfica golos no campeonato nacional e não obteve qualquer…um, sofrendo nove. Em três jogos na Amoreira, três golos e seis golos em dois encontros na “Saudosa Catedral”.

Rio Ave FC

Em cinco encontros consecutivos o clube de Vila do Conde sofreu seis golos não marcando nenhum. Entre 5 de Abril de 1987 e 4 de Maio de 1997 o Benfica “arrasou” com quatro golos (três jogos) em Vila do Conde e dois golos em dois jogos “em casa”, até porque o empate sem golos foi obtido no estádio do Bessa, do Boavista FC.
Sporting CP
CS Marítimo
FC Paços de Ferreira
Tirando as estatísticas que envolvem datas biográficas
E que serão sempre falaciosas pois para dizer que alguém é o mais novo ou mais velho a jogar e marcar golos era necessário ter as datas de nascimento de todos os futebolistas que já disputaram uma competição e isso está muito longe de ser verdade. Mesmo muito longe. Incrivelmente longe. Nem do Benfica quanto mais de clubes que até já nem existem!
É sempre uma satisfação mostrar a grandeza do que é grande e não precisa de se fazer passar pelo que não é.

Alberto Miguéns

Fonte: http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com- Obrigado pela partilha – Leia o artigo na fonte aqui


Close Menu